quinta-feira, 9 de julho de 2009

E vai passando!


Nascemos, somos jogados ao mundo de forma brusca e repentina! Sentimento de medo e desconforto perdidos em meio às novidades que ainda estão por vir, novidades que ainda não se sabe nem ao certo quais são ou o que são!
Começamos a entender, ou melhor a aprender sobre as coisas muito cedo, de tempos em tempos vamos acumulando experiência e percebendo manhas que nos favorecem, medos que nos afastam e algumas situações que nos atraem.
Agora sou uma criança, que diz a sua primeira frase, palavras que expressa em seu sorriso satisfação e contentamento a todos ao seu redor, mas essa fase de descoberta e encantamento pouco é lembrada no futuro e tão pouco serve para amenizar os males que ainda virão.
Começo a desenvolver outras características, minha curiosidade desperta minhas vontades e vence o medo de tocar, cheirar, fazer e acontecer, agora não só de referências eu vivo, os questionamentos são constantes, não sei se no futuro o questionamento vai ser tão usual, mas querer saber e importante neste momento.
Desbravando os caminhos, conhecendo as mudanças no corpo e na mente questionando a tudo e a todos, ao despertar um pique toma conta do meu corpo, toda atividade é pouca, o cansaço só é ocasionado pelo anoitecer em meios as brigas para ir dormir quando você queria ficar brincando.
Essa fase passa, é logo vem a do desejo, seja de entrar para clube dos populares na escola, agora não existe mais amiguinhos, somos um meio de convívio e temos que nos encaixar nos descolados, nos nerds, nos relaxados, nos legais ou sofrer a adolescência inteira em busca de sua tribo.
As revistas de nu “artístico” tomam a cabeça de todos, em determinado momento é comum troca de títulos de filmes alternativos para conhecimento (na maioria das vezes a teoria nem é posta em pratica) de novas posições. Qualidade pouco importa nesta fase, a questão é numérica, quantas? Quantos? Como? Onde? Isso sim é o que vale, não importa se foi um selinho ou daqueles clássicos beijos de holywood, vamos contar e ver quem vence no final.
Mas a fase dos grandes grupos e descobertas sensacionais passa também, logo você seleciona dentre aqueles amiguinhos quais os que tem mais a ver com sua índole e percepções sobre a vida e leva com você para uma outra esfera, às vezes é não é incomum todos aqueles que participaram de sua infância não participam de seu futuro, eu graças a Deus tenho hoje 27 anos e dois grandes amigos que conheço a mais de 22 anos, além de outros que conheço a 15 e 11 anos, os melhores que alguém poderia ter.
Começamos um novo desafio, até agora era tudo muito lento, tudo demorava a acontecer e tudo era para ontem, começamos a época do que fazer daqui pra frente, agora tudo começa a passar mais e mais rápido, nos sentimos mais perdidos do que na época em que fomos arrancados da barriga de nossas mães. Temos que saber de prontidão o que seremos para resto da vida sendo que nem sabemos quem somos ainda, temos que prestar um vestibular, isso aqueles que tem essa oportunidade, definir uma profissão e segui-la rumo ao estrelato.
Quando terminamos este processo somos recém-formados ainda em dúvida sobre as paixões e exatidão das coisas, alguns estão firmando relacionamentos e outros estão em dúvida sobre qual a outra faculdade que ele pode fazer, pois não sabe se conseguirá sobreviver sem o barzinho e as tradicionais festa da facu durante os próximos 04 anos.
Bom, assim como as demais fases essa também passa, pode ser que você se encontre e seja feliz para resto da vida, ou pode ser que fique nessa de p....q....p....! É agora? Mas os trinta vem avizinhando e não que eu acredite que isso seja o fim do mundo, mas acho que seja a fase inicial para que você defina o que vai ser para resto dos seus desejáveis e bem vividos 2/3 de vida!
Idade crítica que não quer calar! Medo sobre as expectativas, medo sobre amanhã, mas com um pouco de certeza sobre o que realmente quer e que no fim tudo vai dar certo.
Daqui pra frente eu não sei dizer, tenho minhas teorias e vou tentar por elas em pratica, mas pouco sei sobre tudo que aconteceu até aqui que dirá sobre o que virá daqui pra frente! A única certeza que eu tenho é que todas as fases passam e a única coisa que chega e fica é a morte, por isso não pretendo ficar esperando ela sentado! Aproveite a vida e faça a escolha certa!

3 comentários:

  1. Passa mas é bom né!!! rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Me encontrei por várias vezes neste texto...
    Isso quer dizer que sou velha???.rsrsrsr

    ResponderExcluir

Obrigado por me visitar....